Apartamento à Aluguel

Excelente Apartamento Com 3 Dormitórios Sendo 1 Suite À Venda E Para Locação, 95 M² Localizado Na Rua Ramalho Ortigão - Vila Gumercindo, São Paulo, Sp - Sp - Ap6285_sales

Anunciado há 25 dias

2900 reais
95 m² totais
3 quartos
2 banheiros

O imóvel não está mais disponível? Por favor,

nos avise.

Informação do vendedor

Aluguel

    Tempo vendendo no Mercado Livre

    3 anos

Ver propriedades

    Código da propriedade

    AP6285_SALES

Dicas de segurança

  • A partir de Mercado Libre, não te pediremos senhas, PIN nem códigos de verificação por WhatsApp, telefone, SMS ou e-mail.

  • Verifique se o imóvel existe e desconfie caso digam que precisam vendê-lo ou alugá-lo com urgência.

  • Confira o remetente dos e-mails para ter certeza de que foi enviado por Mercado Libre.

  • Peça o máximo de informações possíveis sobre o imóvel, bem como fotos e/ou vídeos para comprovar sua veracidade.

  • Suspeite se o valor te parecer muito baixo.

  • Não use serviços de pagamento anônimo para pagar, reservar ou antecipar dinheiro antes de ter visto o imóvel.

Localização

Avenida Ramalho Ortigão, São Paulo Centro, São Paulo

Ver información de la zona

Características

Área total95 m²
Área útil95 m²
Quartos3
Banheiros2
Garagens2

Cozinha

Informações da região

São os pontos mais próximos do imóvel em um raio de 2 km.
Estações de metrô
Alto do Ipiranga
16 mins - 1.250 metros
Santos - Imigrantes
20 mins - 1.536 metros
Pontos de ônibus
Rua Vig. Albernaz, 911
6 mins - 440 metros
Rua Vig. Albernaz, 347
6 mins - 473 metros
Rua Vig. Albernaz, 274
6 mins - 490 metros
Rua D. Bernardo Nogueira, 970
6 mins - 506 metros
Tristão De Oliveira
7 mins - 511 metros

Descrição

Excelente apartamento de 95m2, com 03 dormitórios, sendo uma suíte, 02 vagas de garagem, repleto de armários planejados, muito bem localizado na Vl.Gumercindo.
Está entre os dois metrôs Alto do Ipiranga e Santos/Imigrantes.
Fácil acesso às principais rodovias, e a supermercados, shopping, padarias, comércio em geral.
Marque uma visita com um de nossos corretores!
O Bosque da Saúde oferece tranquilidade para quem deseja viver próximo ao centro São Paulo, mas longe de toda a badalação da capital. Alugar um imóvel para morar no bairro permite acesso a um ambiente quase interiorano, devido à paz do local, mas ao mesmo tempo estar pertinho de empresas, comércios, serviços e lazer da cidade grande.

O bairro Bosque da Saúde é muito arborizado. Ele é tão bem planejado que parece de uma cidade do interior, pois consegue harmonizar o verde constante com construções imponentes. Algumas ruas bem tranquilas abrigam bares convidativos para passar o tempo e restaurantes com pratos de dar água na boca.

Morar no Bosque da Saúde é viver em um dos melhores bairros da cidade, devido à sua infraestrutura completa. Para começar, é fácil a locomoção pelo Bosque da Saúde, seja de automóvel ou transporte público. O bairro é atendido pelas estações do metrô São Judas e Saúde, além de várias linhas de ônibus. O Bosque da Saúde é um bairro pertencente ao distrito da Saúde, por isso a diferença nos nomes do bairro e da estação do metrô.

O morador do Bosque da Saúde tem a seu dispor, pertinho de casa, um gigantesco hospital que leva o mesmo nome do bairro. Alugar um cantinho para chamar de seu no Bosque da Saúde também garante proximidade com muitas escolas, fato de suma importância para pais com filhos em idade escolar. Há escolas públicas e privadas no bairro e seu entorno. Algumas faculdades também ficam a poucos metros das casas e edifícios residenciais da vizinhança.

Na hora de fazer compras, morar no Bosque da Saúde é motivo de tranquilidade, pois é possível, inclusive, ir aos estabelecimentos comerciais a pé. Dentre as muitas opções de comércios, podemos citar os hipermercados Extra e Carrefour, o pet shop Cobasi, e os depósitos de materiais para construção e reforma Telha Norte e Center Castilho, além de muitos tipos de lojas e empresas prestadoras de serviços.

Alugar um imóvel no Bosque da Saúde é bom e seguro, pois o bairro conta com policiamento e ruas iluminadas durante a noite.
Saúde é um distrito da Zona Sul do município de São Paulo, incluído na área da Subprefeitura da Vila Mariana.

O distrito é atendido pela Linha 1-Azul do Metrô de São Paulo, contando com as estações Praça da Árvore, Saúde e São Judas.
A origem do distrito remonta a um local onde tropeiros faziam parada, denominado Cruz das Almas, assim chamado por existir ali uma cruz onde se acendiam velas e colocavam imagens de santos em homenagem aos mortos. Uma das histórias que sobreviveu por séculos conta que, no local, ladrões assassinaram dois irmãos tropeiros gaúchos, daí porque foi montado este pequeno santuário. Já no século XVIII, existia na prefeitura do município a referência a Cruz das Almas.

Em 1910, em Cruz das Almas, foi construída a capela de Santa Cruz, no cruzamento das ruas Santa Cruz e Domingos de Morais (hoje fora do distrito). Sete anos mais tarde a capela foi elevada à condição de paróquia sob a invocação de Nossa Senhora da Saúde. Em 1928, iniciou-se a construção de uma grande igreja. Ao redor da igreja, surgiu um núcleo de moradores formado principalmente pelos recém-chegados imigrantes euro-orientais, asiáticos, escandinavos e ocidento-europeus, especialmente russos, japoneses, suecos e alemães, na qual as construções recém construídas existentes na época eram em estilo eclético, muito imóveis que existiam na época deixaram de existir devido as intensas descaracterizações e demolições ocorridas nas épocas mais recentes.
Com o passar do tempo, o velho nome "Nossa Senhora da Saúde" foi sendo abreviado e se transformou simplesmente em "Saúde", que deu nome ao distrito criado em 1925. No século XIX, a Prefeitura havia reservado uma grande área que ficou conhecida como "Bosque da Saúde". O local era frequentado nos fins de semana para passeios e piqueniques. Em 1930, o bosque foi dividido e, dez anos depois, a Companhia City loteou uma área vizinha ao bosque. O loteamento foi chamado Jardim da Saúde. Em 1947, a prefeitura deu nomes às primeiras ruas do bairro.[1][2]

Em 14 de setembro de 1974, o distrito foi um dos primeiros a ser atendidos pelo Metrô de São Paulo. Isso acabou servindo como elemento propulsor da procura por imóveis na região, bem como do aumento do comércio e do setor de serviços, o que torna a Saúde um dos distritos com melhor infra-estrutura para se viver e trabalhar na capital.

A região da Saúde é hoje conhecida pela presença de imigrantes japoneses, que vieram para o bairro tanto no período após a Segunda Guerra Mundial, como após o crescimento da colônia japonesa na região da Liberdade. Atualmente, imigrantes haitianos também vêm ocupando o bairro, atuando com comércio e alimentação principalmente.
Com boas áreas verdes, atrativos e gente trabalhadora e hospitaleira, o bairro Bosque da Saúde é o novo charme de São Paulo. Saiba o porquê.

Acordar cedo não é algo fácil para muitas pessoas, mas no Bosque da Saúde, é algo até prazeroso. Quem tem que sair de casa de madrugada, por exemplo, nem sente isso como um problema, visto que são muitas as atrações pelo caminho até o trabalho.

Seja de ônibus ou mesmo a pé, é possível apreciar, dentro do bairro, alguns lugares muito bonitos e atraentes, bem iluminados, aproveitando ainda aquele cheiro gostoso de café, acompanhado dos deliciosos lanches e o inconfundível pão na chapa com bastante manteiga, que ajudam qualquer pessoa a acordar.

O cheiro bom vem das padarias que, no Bosque da Saúde, já atende logo cedo a clientela, em geral, pessoas que trabalham à noite ou acordam muito cedo. E o café da manhã, sempre farto, dá um gosto todo especial para o dia que vem a seguir.
O Bosque da Saúde é um bairro que atrai por várias peculiaridades.

Por exemplo, as ruas, embora movimentadas, ainda conservam uma tranquilidade, bem diferente das vias de outros pontos da capital, onde mesmo de madrugada, nota-se um fervilhar constante de carros e ônibus.

No Bosque, contudo, tudo é tão planejado que lembra muito uma cidade do interior.

Uma cidade tal qual tanta gente sonha em morar: com toda infraestrutura necessária e aquele aconchego que só um Bosque pode oferecer.
Quem acorda mais tarde, lá pelas 9h ou 10h da manhã, também terá muito o que aproveitar no bairro.

Embora o dia já tenha começado, sempre é possível tomar um bom café e sair por aí para fazer compras, colocar as vitrines do shopping em dia, fazer qualquer exame ou checar as contas no banco.

Uma das qualidades do Bosque é a quantidade de prestadores de serviços que disponibilizam um atendimento de qualidade, principalmente, no ramo de comida.

Padarias, lanchonetes, barzinhos O Bosque da Saúde concentra uma grande quantidade de opções quando o assunto é comida.

Se é para tomar um ótimo café da manhã, o que não faltam são opções, tais como Casas de Bolo, Confeitarias, como por exemplo, a Karol do Bosque, ou ainda a Sodiê Doces, famosíssima em todo país.

E claro, tudo limpinho e com qualidade. São negócios de família que foram crescendo, se ampliando e conquistaram o paladar e o gosto de cada cliente que frequenta.

Se é para trabalhar, o que não falta ao Bosque são oportunidades. Os principais empreendimentos da região geram renda, trabalho e atraem interessados e consumidores de várias partes da cidade e até do estado.

Qualquer jovem ou profissional mais experiente que chegue para trabalhar no bairro, certamente se encantará com as oportunidades que vão lhe encher os olhos de sonhos e esperanças.
O setor de serviços é algo tão forte no Bairro Bosque da Saúde, que um dos mais importantes Shoppings Centers da capital, localizado ali no coração do Bosque, revitalizou todo o seu espaço e ampliou o número de lojas e marcas.

Tudo para poder atender à demanda que cresce oriunda tanto do Bosque como das regiões vizinhas. Estamos falando do Shopping Plaza Sul, que é fonte de lazer, de renda e de oportunidades no bairro.

Em 2018, o Shopping Plaza Sul saiu na frente em seu segmento com um investimento milionário que aumentou de 207 para 220 lojas abertas, estacionamento maior (1360 vagas), espaço família e kids place para quem traz os filhos e cinema moderno em formato de estádio com telas de projeção bem maiores.
Quem trabalha próximo das avenidas Prof. Abraão de Moraes, Avenida do Cursino ou Bosque da Saúde, por exemplo, dificilmente resiste a dar uma passadinha no Shopping Plaza Sul.

Seja quem for, mesmo que venha ao bairro só para dar aquela voltinha depois do almoço ou ainda tomar suco ou sorvete, quer visitar o shopping que não para de crescer, sendo o orgulho do Bosque.
É impressionante como o bairro Bosque da Saúde cresceu ao longo do século, e sem perder a identidade calma e aconchegante do velho bosque. Essa é uma opinião em comum de muita gente que conhece o bairro há anos.

O Bosque da Saúde é um dos 13 bairros que compõem a Zona Sul de São Paulo, uma região considerada nobre.

Segundo o livro Bairros Paulistanos de A a Z, do historiador Levino Ponciano, a zona Sul era, nos séculos passados, apenas um ponto de parada dos tropeiros que seguiam viagem pelo estado afora.
Em pleno século XIX, os tropeiros encontraram uma cruz e não tardou até que o local se tornasse um ponto de peregrinação.

Desta forma, surgiu em 1910, a capela de Santa Cruz, onde atualmente ficam as ruas Santa Cruz e Domingos de Morais. Inicialmente, a região foi então chamada de Cruz das Almas.

Com o tempo, o povoamento se formou e cresceu ao redor desta capela, que em 1928, passou por obras de reforma, sendo transformada na Igreja Nossa Senhora da Saúde, cujo nome rebatizou a região.

Contudo, foram as ferrovias que proporcionaram forte crescimento à região. Isto porque, ainda no século XIX, mais precisamente em 1886, chegava à zona sul a linha Tramway de Santo Amaro, uma ferrovia de bitola estreita que ligava São Paulo a Santo Amaro.

Ela trazia e levava passageiros da capital à outra cidade. Era necessário que se compusesse de alguma forma uma atividade mais frequente para atender as demandas destes passageiros.

Não tardou até que várias estações e paradas fossem erguidas, sendo uma delas a atual Estação São Judas.

A ferrovia permaneceu ativa até 1913 quando foi então finalmente substituída pelas linhas do bonde, que circularam por toda capital até o início dos anos 70.
O bairro Bosque da Saúde, por sua vez, ainda no início do século XX, era uma imensa área verde que a prefeitura destinava para lazer e eventos aos finais de semana. Uma área de conservação.

Estendia-se da Praça da Árvore, pela avenida Bosque da Saúde, descendo a região e cruzando o então riacho do Ipiranga, formando pelo caminho várzeas com vários campos de futebol, e seguindo pelas ruas Ibirarema, Guararema até o final da rua Tiquatira, já de encontro com a avenida do Cursino.

O bairro Bosque da Saúde, portanto, não tem esse nome à toa e se tratava de uma área verde imensa, que a partir dos anos 30, atendendo as necessidades de urbanização pelas quais a cidade já passava, foi totalmente dividida e loteada, sendo mantidos apenas alguns pontos de vegetação em áreas tidas como recreativas até os dias de hoje.

Atualmente é uma das áreas consideradas mais bem planejadas de São Paulo, combinando a beleza do verde e a qualidade de vida do interior com a modernidade e conforto que só uma grande cidade como São Paulo oferece.
Trabalhar é bom demais. Ainda mais quando se conta com um mercado promissor e a vantagem de se fazer o que gosta.

Dedicação e amor ao que se faz e propõe no mercado é o que não falta no Bosque da Saúde e estas são as razões pelas quais a região concentra uma atividade econômica tão forte e variada.

Muita gente sonha em ter um negócio próprio. Gente que vem de longa data trabalhando com carteira assinada e hoje, após um grave cenário de crise, dispõe de um valor satisfatório para realizar o sonho da independência financeira.

Gente que encontrou, por exemplo, no Bosque da Saúde, a oportunidade de realizar o sonho de ser chefe de si mesmo.

E assim, o trabalho no bairro se estende pelos mais variados segmentos e mercados, indo desde a pequena porta que conserta celulares às grandes indústrias de confecção, autopeças, educação, informática, mercearias e outros.
Uma destas empresas no Bosque da Saúde, por exemplo, é a Yakult que exporta do bairro para cidades e estados brasileiros e até para outros países.

Desde o tradicional leite fermentado até as mais variadas sobremesas, como iogurtes, achocolatados, sucos e outras bebidas, como a famosa Taffman Ex, Hiline F, dentre outras.

Tudo derivado de alimentos com probióticos, que segundo pesquisas científicas, regulam a flora intestinal e colaboram para uma saúde com mais qualidade.

Na área farmacêutica, uma empresa, em especial, possui suas únicas unidades físicas abertas no bairro Bosque da Saúde.

É a Ultrafarma, cuja rede contempla a venda de medicamentos genéricos e muito mais baratos. Além da Ultrafarma, é grande também a quantidade de outras farmácias abertas em todo o bairro.

Na área petroquímica, o Bosque da Saúde também acolhe uma marca.

Mais precisamente na rua Itaboraí onde está localizada a Termax Paulista de Petróleo, empresa de refino de petróleo, que dentre outras coisas, cuida da fabricação de tintas para canetas, além de aglutinantes, peptona, óleos vegetais e outros.

E dá-lhe mais empregos, investimentos, capital de giro e etc.

Espantoso, não é?

Mas não é só da atividade de grandes marcas que o bairro se projeta. O bairro Bosque da Saúde conta com uma infindável variedade de prestadores de serviços.

Confecções de roupa, lojas de informática, escolas, salões de beleza e outras portas que também geram emprego e impulsionam a renda. Sem contar os supermercados Extra e Carrefour que abastecem o bairro.

No setor da construção civil, destaques para o Center Castilho e a Telhanorte. No setor de Pet Shops, a COBASI é imbatível, vendendo e exportando para todo o Estado.

Se em terra de grandes oportunidades, todos têm uma chance, não seria exagero afirmar que o Bosque é a terra prometida de muitos empreendedores e empreendimentos.
Muita gente não sabe, mas o bairro da Saúde é também um dos preferidos da colônia japonesa de São Paulo, ficando atrás somente da Liberdade e da Aclimação.

Muitos imigrantes que aqui chegaram no início do século XX, atrás de trabalho e melhores condições de vida, formaram pequenas colônias pela região e, após alguns sacrifícios, estabeleceram seus próprios comércios, formaram famílias e expandiram a cultura oriental por todo bairro.

Foi assim que surgiram no bairro escolas de lutas e artes marciais, supermercados temáticos com todo tipo de produto japonês, casas e até companhias de espetáculo que chegaram a se apresentar para estas colônias e outros visitantes curiosos.
E não é só a cultura japonesa que fez do Bosque a melhor opção para o seu novo lar. A cultura francesa, sobretudo na gastronomia, criou também os seus laços com a população do Bosque.

Escondida em uma das esquinas do bairro, a Patisserie Tartelier, na rua dos Viscondes, começou com uma pequena fábrica que produzia doces e salgados em massa mil folhas, macarons, éclairs e outras delícias.

A princípio, a ideia era apenas fornecer estas delícias para hotéis, empresas, restaurantes e bares da região. Mas como a procura tornou-se grande, a fábrica resolveu abrir uma lojinha ao lado.

Além das delícias expostas no balcão e que tiram qualquer um do regime, as lousas do local exibem os menus do dia e dão aquele ânimo a quem chega, com bilhetes e mensagens bem humoradas e de encorajamento.

A decoração é um primor. Quem chega ao Bosque não pode deixar de visitá-la.

É por isso que quem chega pela primeira vez ao Bosque da Saúde se apaixona e não quer mais voltar. Quem aqui vive ou trabalha, nem pensa em se mudar.

O Bosque da Saúde é o paraíso de todos, o lugar onde se ganha o pão para viver e se vive como quer, como se deve viver.

Com qualidade, sem medo e em plena paz!

E por que você também não vem conhecer? Venha desfrutar e visitar o bairro Bosque da Saúde!

Agende sua visita!!